quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Edutec volta a faltar com as obrigações

Os professores de música, inglês, e expressões que lecionam nas Escolas do Concelho do Porto nas actividades extra-curriculares – AEC´s não recebem desde Setembro.

Estes docentes, que estão a recibo verde, são pressionados a enviarem o comprovativo de recebimento, antecipadamente.

Este ano letivo, além da Câmara do Porto diminuir o valor por hora, foi-lhes retirada a remuneração das horas das reuniões docentes. Sem direito a férias estes professores encontram-se numa situação altamente precária e estão sujeitos a um enorme desgaste: Têm encargos, não sabem quando vão receber e nem sequer lhes é dado qualquer satisfação.

Já solicitamos esclarecimentos à empresa responsável – EDUTEC, à Câmara Municipal do Porto e ao Ministério da Educação. Não vamos consentir neste abuso. Faremos o que for necessário para que cumpram o estabelecido no contrato: pagamento entre o dia 1 e o dia 8.

In http://www.sipe.pt/_professores_nas_actividades_extracurriculares_desesperados_por_nao_receberem_a_horas

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Audição Parlamentar

Audição parlamentar juntou argumentos e força para assegurar direitos no início do próximo ano lectivo!

Como anunciam os nossos colegas de Lisboa ontem à tarde deu-se nova audição no parlamento - onde tinhamos estado recentemente, em audiência com à Comissão de Educação - desta vez a convite do Bloco de Esquerda. Como anunciámos antes, foi apresentado um projecto de resolução que recomenda ao Governo que adopte imediatamente um mecanismo que obrigue a que sejam celerados contratos de trabalho com todos os profissionais das Actividades de Enriquecimento Curricular.

Além de profissionais das AECs, estiveram presentes também várias organizações: não só algumas daquelas que têm acompanhado esta luta em Lisboa (Sindicato dos Professores da Grande Lisboa e Precários Inflexíveis) e no Porto (Sindicato dos Professores do Norte), mas também a Federação Nacional da Educação (FNE) e a Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP).

Muitas reflexões passaram pela próprio modelo de implementação das AECs, mas percebeu-se que o tempo para avançar nesse debate não pode impedir que sejam tomadas medidas imediatas para garatir direitos laborais aos profissionais que asseguram, todos os dias, por todo o país, a "Escola a tempo inteiro". Contrato de trabalho, fim dos falsos recibos verdes, remuneração por todo o trabalho desenvolvido, horários e salários justos: direitos que não podem ser mais negados!

Na sequência da discussão de ontem do Projecto de Resolução do Bloco de Esquerda, em sede de Comissão de Educação e Ciência, ficou agendada a sua votação para o próximo dia 22 de Julho, quinta-feira, com o plenário a ter início a partir das 15h00.

Apelamos a todos os profissionais da Aec's que estejam presentes.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Professores de Mafra alertam

Profissionais de Mafra protestam e sensibilizam Encarregados de Educação em frente a uma das escolas do Concelho.
Alertaram para as condições precárias em que se encontram como podem ver no link que vos deixamos em baixo:

http://www.youtube.com/watch?v=NphzriPvL5M&feature=player_embedded

Sigam toda a notícia no blog dos nossos colegas de Lisboa :


http://aecsdagrandelisboa.blogspot.com/

domingo, 13 de junho de 2010

O Sarau da Palhaçada - PARTE II

Caríssimos Colegas,

chega-nos hoje, por mão alheia ao grupo dos Professores das Aec's,este texto de um/a Tecnico/a das Aec's. Desde já aqui fica registado o nosso apreço.
Este texto foi editado para que se respeitasse o anonimato pretendido.

Tudo começou com um sonho! Yes, THEY have a dream…
O tema do consagrado sarau deste ano foi “We Are The World” o que mais se assemelhou com “We Are Porto Lazer”. A EDUTEC esteve presente sim, mas muito pacata e tranquila e ao contrário do que tem acontecido nos outros anos…existiam imensos lugares vazios.

(ter-se-ão os pais apercebido de como permitiam que usassem os seus filhos?)

Este ano, “O espectáculo é o Mundo e os Agrupamentos de Escolas os diferentes países…” reza assim o panfleto promocional do Porto de Actividades.
Mas relembremos as reuniões do princípio de Fevereiro… Os 18 agrupamentos foram convidados para participar neste Sarau. Até aqui tudo normal! Para os já veteranos das AEC’s a situação complicou-se.

Em 2008 participaram 44 Escolas divididas por temas e tornaram-se insuportáveis os atrasos, a falta de organização, a falta de bilhetes, a lotação mais do que excedida …
E isto da experiência ensinamos muita coisa, pois no ano seguinte voltamos a repetir a dose mas desta vez no Pavilhão Rosa Mota. E como à segunda é de vez, fomos todos à noite, pois o espectáculo iniciou-se às 21:00h com as crianças do Jardim de Infância (e mais 18 escolas convidadas) e terminou já a noite ia muito longa com a entrega dos alunos aos Encarregados de Educação cena digna de um filme de Kung Fu.

Este ano, sem dúvida começou “apertado economicamente” uma vez que a EDUTEC através de um comunicado escrito assinalando as directrizes dos ensaios disse:

“Assim, e após cada Agrupamento ter estabelecido o número de alunos que levará ao Sarau (em média 25 alunos, número este que poderá ser constituído por vários alunos das diversas turmas que integrem o 1º Ciclo, das várias escolas que integrem o Agrupamento), os Prof.s serão envolvidos na elaboração da actuação a apresentar. Definida essa actuação, que terá a duração, em média de 2,30 min, os Colegas deverão ensaiar os alunos, maioritariamente nos tempos lectivos (ou seja, de forma parcial, para não prejudicar a planificação estabelecida), e juntamente com o resto da turma. Isto para, integrar todos os alunos, e não discriminar ou entristecer os restantes que não terão lugar na festa.” Comunicado de 15 de Fevereiro de 2010

Acompanhem o meu raciocínio “número este que poderá ser constituído por vários alunos das diversas turmas” e ensaiar “maioritariamente nos tempos lectivos”…

Ora meus caros, ou damos aulas ou ensaiamos! porque englobar os alunos do 1º Ciclo significa ensaiar meninos do 1º Ano juntamente com os do 4º ano. Que valente trapalhada pedagógica!!!

Assim cada agrupamento decidiu a seu bel-prazer: ensaiou quanto lhes apeteceu, envolveu os professores titulares de turma na paródia, pediu dinheiro aos Encarregados de Educação para os fatos, máscaras, pinturas e fez o verdadeiro brilharete.

A EDUTEC pagou como quis, e avisou como bem entendeu…
AVISO: "No dia do ensaio só pagamos a dois professores a deslocação ao coliseu e o número de horas que iriam leccionar nesse dia". Aconteceu que muitos professores viram o seu trabalho de 4 ou 5 horas reduzido para o pagamento de 2.

Questionei os Pais se ficariam confortáveis em deixar 25 alunos saírem para uma actividade apenas com dois professores?

Então o meu filho não vai.”- afirmaram categoricamente alguns!

Mas porque é que a CMP não dá o dinheiro esbanjado nestas festas às escolas para comprarem materiais para as aulas em vez de andarmos com estas palhaçadas!” - Inquiriram logo outros de seguida

Na realidade, os lugares vazios já se adivinhavam…
Escolas que não compareceram, crianças que não participaram, familiares exaustos de tantos Saraus, Professores Titulares de Turma nem vê-los, Coordenadores de Agrupamentos ausentes. Já o Sr. Rui Rio, após este ano lectivo com tanta controvérsia, seria de esperar que não comparecesse.

Isto não foi uma festa para as crianças. Foi o que vulgarmente se diz: “para inglês ver”
Os alunos do PORTO não precisam de Parceiros da CMP! Precisam sim de PROFESSORES COMPETENTES RESPEITADOS e com condições dignas de trabalho!
Necessitam é de manuais atempadamente nas escolas, de Professores logo no arrancar ano lectivo, de material de Música, de Educação Física, de Inglês ...

As alterações foram tantas durante toda esta preparação para o Sarau da Treta que se realizou hoje à tarde, que de manhã ainda se ultimavam preparativos de vital importância!! "


Mas foi mesmo só para não quebrar a tradição portuguesa… Tirem as vossas conclusões!


Os Professores das Aec's estiveram presentes(na plateia obviamente, pois não trabalhamos para aquecer)e publicaremos assim que possível fotos deste envento.Mantenham-se atentos!

sábado, 5 de junho de 2010

Colegas das Aec's ouvidos no Parlamento

Carissimos colegas,

O Parlamento recebeu no passado dia 25 de Maio uma delegação de Dirigentes Sindicais e Professores das Aec's do Porto e Grande Lisboa.
A audição na Comissão de Educação foi agendada pelo SPGL.

Estiveram presentes deputados do Partido Socialista: Paulo Barradas, do Partido Social Democrata: Amadeu Albergaria e João Prata, do Bloco de Esquerda: Ana Drago e José Soeiro e do CDS/Partido Popular: José Manuel Rodrigues.

A luta dos Professores das AEC'S chegou finalmente ao parlamento onde muito se falou e se esclareceu relativamente à escola a tempo inteiro implementada pelo Sr. José Sócrates.
De viva voz e com uma mensagem muita clara todos os presentes ouviram todas as exigências sendo a mais importante : o próximo ano lectivo não pode começar como este acabou e os direitos mais básicos têm que ser imediatamente reconhecidos.
Todos os grupos parlamentares presentes demonstraram preocupação e vontade de resolver esta situação o quanto antes.
Deixamos aqui o nosso apreço aos colegas que se deslocaram para poderem estar presentes nesta reunião e também um agradecimento especial ao SPGL.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Como "calar" Coordenadores.

Caríssimos colegas,

Abespinhados por sabermos que o dinheiro que deveria servir para dar estabilidade ao corpo docente das AEC's é empregue em almoços para "comprar" e manter pacíficos os coordenadores das nossas escolas decidimos colocar-vos ao corrente da situação.

A saber: Realizou-se no dia 30 de Março um almoço no Solar Vinho do Porto
(ver aqui convite) e logo de seguida o II encontro "Todos Somos Escola" subordinado à temática das Actividades de Enriquecimento Curricular".

Acreditem que gostávamos imenso de saber a ordem de trabalhos deste encontro....

Segundo o Pelouro do Conhecimento e Coesão Social da Câmara Municipal do Porto pretendem apostar numa relação de proximidade com os Agrupamentos de Escola e pretendem saber as necessidades e expectativas da comunidade educativa.

Também não seria descabido terem convidado todos os Professores que ministram as AEC's para darem o seu contributo e manifestarem as suas opiniões. Perguntamo-nos será que conversaram sobre a vida precária dos Professores das AEC's?? Aparentemente era esse o objectivo... Será que ao longo do belo banquete tiveram 5 minutos para pensar "Estamos aqui a esbanjar dinheiro enquanto os Professores das AEC's contam os cêntimos para saberem se conseguem alimentar as famílias??"

Será que se debateram sobre o inexistente contracto de trabalho dos Docentes visto essa ser a maior necessidade sentida por todos nós! Certos de que este tipo de ALTA CORRUPÇÃO está a permitir que os nossos direitos sejam esquecidos, tenham também como certeza que os Professores das AEC's estão de pedra e cal e não existe nada nem ninguém que nos cale a voz.

Claro que todos sabemos perfeitamente com o que contamos e sabemos que nem todos os coordenadores se submetem a este tipo de engodo. Aqui fica o nosso apreço a todos os que por nós lutam!

Ainda nos foi dito que neste encontro houve um parecer dado a todos os presentes sobre as AEC’s e como amostra dessa mesma avaliação foi utilizado o Agrupamento Eugénio de Andrade, onde lecciona uma das queridas coordenadoras administrativas da Edutec. Parece-vos que essa avaliação foi fidedigna?? Pois… a nós também não.

Clica aqui para leres a carta dirigida aos nossos coordenadores.
Fica aqui um agradecimento ao coordenador que nos cedeu a carta.



video

Novamente um agradecimento ao nosso contacto na CMP que nos cedeu as fotos do encontro.